Shannon “The Cannon” Ritch estará em ação no dia 09 de Junho, na 02 Arena, em Londres ( Cortesia acervo pessoal Shannon Ritch ).

O surgimento do boxe remonta aos séculos XVIII e XIX, na Inglaterra. Em seu nascimento, o boxe era praticado com as mãos nuas.

Foi essa forma primitiva de esporte de combate que deu origem ao boxe inglês moderno. Embora essa vertente mais antiga envolvesse dois indivíduos que lutavam sem luvas de boxe, nos dias de hoje, algumas promoções desse desporto sugerem aos atletas participantes das lutas a fazerem uso de outros materiais nas mãos, como ataduras para os nós dos dedos. Apesar de que, como o nome sugere, a modalidade seja disputada com as ´mãos nuas ´.

As regras que se aplicavam ao boxe com os ´punhos nus´ eram conhecidas como as ´Regras de London Prize´ ( Regras de Londres ), tendo estas sido promulgadas em 1838 e, mais tarde, revisadas em 1853. Por sua vez, essas regras foram inspiradas nas Regras de Broughton, que vigoravam desde 1743.

Contudo, posteriormente, começou a  ser feita uma grande reforma nas regras do boxe, no intuito de por um fim a brutalidade dos combates sem luvas.

Já em 1867 houve a formulação das Regras de Queensberry, que entraram em vigor em 1872. Desde então, as lutas com os ´punhos nus´ foram sedo gradativamente abandonadas e quase foram extintas.

De lá para cá, o boxe com os ´punhos nus´  viveu à margem da sociedade apesar de não ser proibido na Inglaterra desde então, mas perdeu todo o seu encanto diante do ´glamour ´  das promoções luxuosas do boxe moderno.

Atualmente, o esporte deixou de sofrer a perseguição ilícita de alguns setores conservadores da sociedade inglesa, tendo conseguido sair dos becos e armazéns onde era praticado e também deixou de ser associada à grupos  criminosos, para lotar grandes estádios e atrair lutadores de alto nível.

Hoje, o Bare Kunuckle Boxing, ou simplesmente BKB, se orgulha de ser a única empresa licenciada a promover o boxe com os ´punhos nus´  na Inglaterra.

Jim Freeman, que é o rosto do BKB, juntamente com Joe Brown, declarou recentemente em entrevista ao The National Student que o BKB mudou o esporte para melhor e  que este continuará crescendo. Empolgado, chegou mesmo a afirmar que “dentro de 18 meses ou dois anos, o Bare Knuckle Boxing será tão grande quanto o MMA [artes marciais mistas] ou o boxe com luvas”.

“Queremos estar nas páginas de trás do jornal ( página de esportes ), não no meio e na frente. ” Comentou ele, em referência às páginas policias e as chamadas sensacionalistas de capa dos tabloides ingleses, espaços que o esporte costumava ser noticiado antes de ser novamente aceito pela sociedade.

Aqueles que representam o boxe com os ´punhos nus´  dizem que o esporte é tão seguro, se não mais seguro do que o boxe enluvado. Inclusive, já foi provado cientificamente que esportes de lutas sem luvas são menos prejudiciais do que suas versões modernizadas. Como exemplo,  podemos citar o Vale Tudo e o MMA.

“Ter rapazes sendo espancados por doze rounds de três minutos cada e ter a água drenada do seu cérebro  [ Nota .: se referindo à desidratação ]  é o que cria a lesão cerebral. Nós não temos esse problema porque nossos rapazes lutam por apenas dez minutos e não temos essa exigência drástica de corte de peso. Quanto a pontuação do BKB esta é semelhante ao boxe com luvas e MMA com um máximo de 10 pontos por round. ”, Completou Freeman.

Agora, o BKB, que clama o direito de ser “a única empresa de boxe ´sem luvas´ do mundo”, estará organizando um novo show de lutas na O2 Arena, em Londres, onde já promoveu uma edição no ano passado. [ Nota .: existem outras promoções como a Bare Kunuckle Fighting, por exemplo ].

Os shows de boxe com os ´punhos nus´ acontecem também em outros países pelo mundo e, na Inglaterra, aqueles promovidos pelo BKB são realizados  mesmo que sob os protestos de alguns promotores do boxe licenciado. Outros promotores, ao contrário, preferem trabalhar em conjunto com o BKB  para garantir que o show seja o mais seguro possível.

Há um monte de promotores do boxe profissional que não podem obter a O2 Arena e até mesmo a diretoria britânica de controle de boxe (BBBC, na sigla em inglês) diz que não vê “motivos para se envolver ou intervir”  em lutas de Bare Knuckle Boxing.

O BKB está promovendo lutas em locais com capacidade para multidões de 4.000 pessoas, agora eles vendem seus shows para grandes arenas e, como Jim citou, “temos o Estádio de Wembley reservado para o próximo ano… o crescimento será  enorme”.

Toda essa movimentação já despertou o interesse de emissoras do porte da HBO para transmitir as lutas do Bare Knuckle Boxing. Também já existe um  documentário sobre o esporte na Netflix.

Enquanto o boxe com os ´punhos nus´  se prepara para invadir Wembley no próximo ano, os promotores aproveitam para fazer previsões : “Eu vejo o boxe com os ´punhos nus´  sendo o próximo grande esporte de combate. Há 20 anos atrás, o MMA estava provavelmente no lugar onde estamos hoje … Os esportes de combate estão em crescimento em todo o mundo. ” Aposta Joe Brown.

Enquanto isso não acontece, os fãs poderão ver a quanto anda a popularidade desse esporte no próximo show do BKB programado para o dia 09 de junho, na O2 Arena.

Popularidade essa que, inclusive, vem incentivado jovens talentosos e até mesmo lutadores consagrados a largar as luvas para experimentar as emoções de competir com as ´mãos nuas ´.

É o caso de Melvin Guillard, ex-UFC e atual lutador do Bellator, que destruiu Dan Breeze no show do BKB realizado em Coventry ( em 22 de abril de 2017 ).

Guillard – que viajou dos EUA para o evento – disse após a sua vitória: “Tenho sorte do Bellator me permitir participar de uma luta como essa. Eu fiz um monte de lutas de boxe com os ´punhos nus´  no quintal de casa, e foi Kimbo Slice quem me apresentou à este esporte, mas hoje foi como se fosse minha primeira luta nessa modalidade”.

E ao que parece o próximo show do BKB, que como já citamos, será realizado dia 09 de junho  na O2 Arena, também contará com a participação de um outro lutador de MMA.

Trata-se do veterano Shannon “The Cannon” Ritch ( 47 anos ) , que ostenta um registro no Sherdog composto por 57-84-4.

Apesar de competir profissionalmente no MMA e ser detentor de um dos maiores cartéis  sancionados da modalidade em todo o mundo, Shannon também já participou de lutas de boxe com os ´punhos nus´, esporte pelo qual também demonstrou ter enorme paixão :

“Eu amo o boxe com os ´punhos nus´  ! É  a forma mais verdadeira de combate que existe. É o que eu gosto de chamar de a ´VERDADEIRA TÉCNICA BOXE´, você tem que atacar com  técnica e não com tanta energia. Você não tem luvas para proteger as mãos, um erro e você pode quebrar sua mão.

Eu sinto que o Bare Knuckle Boxing continua sendo muito popular mesmo depois de mais de 100 anos e mesmo sendo uma promoção ´Underground´ aqui nos EUA por todo esse longo período. Agora ele tem a chance de ser mostrado para todo o mundo. Eu sinto que o Bare Knuckle Boxing vai explodir assim como o MMA fez no início dos anos 90, quando começou o UFC. ”   Declarou Shannon, em entrevista.

O adversário de Shannon será anunciado nos próximos dias.

*Fonte / Créditos : colaborador Oriosvaldo Costa

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui