A sua popularidade na terra da “arte das oito armas” o levou a participar do Enfusion, o maior ‘Reality Show’ de Muay Thai produzido na Tailândia no ano de 2017. ( Cortesia : Arquivo pessoal Wadson “Nocaute” ).

Único atleta do estado da Bahia à lutar várias vezes na Tailândia, Wadson “Nocaute” Teixeira, que é mais conhecido no mundo das lutas como Wadson “Nocaute” sedimentou a sua carreira naquele país asiático, sempre ganhando credibilidade e abrindo novas portas. Inclusive, ele já foi destaque em uma matéria de capa da revista Muay Thai Phuket – uma das maiores publicações da Tailândia.

A sua popularidade na terra da “arte das oito armas” o levou a participar do Enfusion, o maior ‘Reality Show’ de Muay Thai produzido na Tailândia no ano de 2017.

O lutador do município de Itabuna também foi o único baiano a defender o Muay Thai em várias oportunidades nos ringues do continente Europeu, tendo lutado em países tais como Holanda, França, Suécia, Portugal, Espanha, etc …

Ao todo Wadson já fez 6 lutas na Tailândia e 11 na Europa, entre Muay Thai e Kickboxing.

Em sua carreira no MMA “Nocaute” acumula um luta no URCC ( Universal Reality Combat Championship ), maior evento de MMA das Filipinas.

Seu adversário na ocasião foi Eduard Folayang, atleta que hoje faz parte do plantel do ONE Championship, maior organização de MMA da Ásia.

O registro de MMA do baiano no Sherdog aponta um recorde de 2-3. Agora, aos 40 anos de idade, o lutador parte para mais uma temporada de treinamentos e lutas na Tailândia. De lá, segue para a Europa onde pretendo lutar em alguns eventos de K-1. Seu objetivo é tornar-se a maior referência do nosso Kickboxing no planeta.

Ele também foi convidado por um amigo e empresário da Suíça para fazer uma luta de Boxe, modalidade na qual sempre quis se testar e que se empolga ao assistir os eventos.
Assim como a maioria dos baianos que se dedicam ao Boxe, Wadson também tem um bom jogo de esquivas e mãos bastante rápidas, por isso quer se testar na modalidade e diz estar muito honrado com o convite para essa luta que também será realizada em algum país do continente europeu.

Wadson acabou conquistando os organizadores do ‘Reality Show’ do Enfusion após uma de suas últimas lutas, onde encarou o americano Mathew Semper. Na ocasião ele conseguiu se sair muito bem e mostrar o seu jogo. Por isso ele terá uma nova oportunidade de lutar pela organização.

Como toda a sua experiência acumulada nos ringues em vários países pelo mundo, Wadson acredita ser possível conciliar o Muay Thai, o Kickboxing e o Boxe sem problemas. “No momento o meu foco principal é o Enfunsion e vou buscar a vitória no evento com todas as minhas forças. Viajo em setembro e só volto para casa com o título.” Finaliza o veterano, que tem tudo para trazer novas conquistas para o nosso país.

*Fonte / Créditos : Colaborador Oriosvaldo Costa

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui